Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Comandante expulsa policial militar acusado de matar radiologista

Coronel Lindomar Castilho, expulsou o policial militar Max Kellyson Marques da corporação.

Compartilhe

A Polícia Militar do Piauí (PM-PI), através do Coronel Lindomar Castilho, expulsou o policial militar Max Kellyson Marques da corporação. Ele é o responsável pela morte do radiologista Rudson Vieira da Silva, que ocorreu dentro de um bar no ano passado

Na decisão, que foi dada no último dia 27 de novembro de 2020, a PM abriu um processo administrativo disciplinar contra o PM, que não possui estabilidade em virtude das condutas de indício de indisciplinaridade de natureza grave que afetaram a instituição e o decoro policial. 

Soldado Max Kellysson foi expulso da corporação - Foto: Reprodução

O juiz Jorge Cley Martins, da Central de Inquéritos de Teresina concedeu a liberdade provisória do acusado em dezembro de 2019.  O soldado Max Kellysson efetuou disparo de arma de fogo contra a vítima dentro do Boteco do Gil, em Teresina. A vítima morreu no hospital dias depois.

Conforme depoimento de testemunhas, o PM encontrava-se em estado de embriaguez.

Decisão da PM

Em relatório da PM, o comandante julgou procedentes as acusações do soldado e acatou a decisão julgando culpado pela prática da conduta inicial sobre malferimentos aos preceitos militares, com afronta à horna, a ética e amoralidade dos pricipipios a classe militar e que foram ocasionados no envolvimento da prática que levou ao homicÍdio.

O soldado Max foi considerado incapaz de permanecer dentro da Policia Militar do Estado do Piauí  efetuanto quaisquer atividades.

O radiologista Rudson Vieira da Silba foi morto por disparo de arma de fogo pelo PM Max Kellyson Marques

O CASO

O radiologista teria discutido com o PM para que parasse de insistir com a jovem. Eles se desentenderam e logo em seguida o PM efetuou o disparo. Rudson Vieira morreu no sábado (07/12), em consequência dos ferimentos provocados pelo tiro em uma casa de shows do bairro Buenos Aires, na zona Norte de Teresina, no domingo (01) de dezembro de 2019.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar