12 pessoas morreram durante o feriadão nas rodovias do Piauí

Os dados são da Polícia Rodoviária Federal.

A Polícia Rodoviária Federal do Piauí iniciou às 00h de quarta-feira (14/06)  a Operação Corpus Christi, que tinha como objetivo  reduzir acidentes, combater a criminalidade nas rodovias federais e aumentar a sensação de segurança dos usuários das BRs.

A operação se estendeu até às 23h59 de domingo (18/06) e foi realizada para ajudar na fiscalização com etilômetro, como também radar fotográfico de velocidade, fiscalização de motocicleta, uso do capacete, uso de cinto de segurança , flagrar e notificar condutores que realizam ultrapassagens irregulares (principalmente as realizadas em faixa dupla contínua amarela) , bem como combater o tráfico de drogas, assalto em rodovias, roubo de cargas.

Na manhã desta segunda-feira (19/06), a PRF divulgou um relatório final após a operação. Foram realizados 900 testes de alcoolemia; 1409 pessoas foram abordadas em campanhas educativas através de cinemas rodoviários e movimento desacelerar para refletir; 2201 veículos foram fiscalizados como também 2381 pessoas foram fiscalizadas e 853 veículos foram flagrados com excesso de velocidade.

29 acidentes foram registrados sendo 19 acidentes com feridos e 3 acidente mortos. No total, 65 pessoas ficaram feridas e 12 pessoas morreram nas rodovias do Piauí durante o feriadão. Esse número comparado ao ano de 2016 é superior, visto que ano passado 27 acidentes foram registrados sendo 19 acidentes com 33 pessoas feridas e 3 acidentes com 6 pessoas mortas.

Foram feitas 1351 autuações, sendo 26 por alcoolemia, 123 por condutor ou passageiro sem capacete, 44 por condutor ou passageiro  sem cinto de segurança, 8 por criança sem cadeirinha e 88 por ultrapassagens irregulares, sendo 66 em faixa dupla.

Com relação as ocorrências criminais, 14 pessoas foram presas e um veículo foi recuperado.


Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com