30 câmeras foram destruídas durante motim na Casa de Custódia

O motim ocorreu na noite deste domingo.

Na manhã desta segunda-feira (21/08), a Secretaria de Justiça do Piauí, informou em nota, que pelo menos 30 câmeras foram destruídas após o motim iniciado na noite deste domingo por detentos dos pavilhões E,F,G e H dentro da Casa de Custódia na zona Sul de Teresina. Após uma nova contagem, pelo menos 13 detentos ficaram levemente feridos.

O secretário de justiça, Daniel Oliveira, acompanhou toda a manifestação dos presos e conversou durante toda a noite com os familiares dos detentos que esperavam por informações na porta do presídio. Segundo ele, a principal motivação para a revolta dos presos é justamente a instalação das câmeras no interior do sistema prisional.

“As principais queixas dizem respeito as regras disciplinares, não está acontecendo nada de extraordinário em relação a abuso, a insatisfação deles diz respeito a celulares que não estão mais entrando e também a implantação de monitoramento de câmeras, além disso outras ações estão sendo feitas para manter a ordem”, disse o secretário.

Tropa de choque foi acionada para conter motim (Crédito: Reprodução)
Tropa de choque foi acionada para conter motim (Crédito: Reprodução)

Confira a nota completa:

A Secretaria de Justiça do Piauí informa que as investigações preliminares apontam que a motivação principal para o motim na Casa de Custódia de Teresina, nesse domingo (20), foi o funcionamento do sistema de monitoramento por câmeras de segurança.

Nos quatro pavilhões atingidos pelo motim (E, F, G e H), pelo menos 30 câmeras foram destruídas. A Secretaria de Justiça continua apurando se há outros motivos para o motim e está investigando o distúrbio administrativa e criminalmente.

Treze detentos ficaram feridos levemente e receberam atendimento médico. Não houve mortes. A Secretaria de Justiça está reforçando a segurança no presídio, para manter a ordem, evitando, portanto, a ocorrência de novos distúrbios.

Serão aplicadas sanções disciplinares aos presos envolvidos. Atuaram na contenção do motim as equipes da Tropa de Choque da Polícia Militar, Bope, Rone, Comando de Operações Prisionais, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e agentes penitenciários.

Secretaria de Estado de Justiça do Piauí

Fonte: Portal MN