Acusado de atingir professor da Uespi com 16 facadas é preso

O professor segue internado no Hospital de Urgência de Teresina.

Na madrugada de quinta-feira, dia 24 de novembro, Felipe da Cunha Lopes, de 33 anos, professor do curso de História da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), no campus localizado em Campo Maior, foi esfaqueado durante um assalto ocorrido dentro de sua própria residência, no bairro Vermelha, em Teresina, 

De acordo com informações repassadas pelos policiais do 6º Distrito Policial, o suspeito de ter esfaqueado o professor, identificado como Henrique Wesley Lima de Oliveira, de 19 anos, foi preso na manhã desta sexta. Segundo a polícia , o jovem já vinha sendo monitorado e utilizava uma tornozeleira eletrônica e desferiu 16 facadas contra o professor. 

Informações de populares dão conta que Felipe da Cunha estava em sua própria casa quando foi surpreendido  por uma pessoa em posse de uma arma branca. Ao perceber que se tratava de um assalto, ele reagiu e acabou sendo atingido com perfurações na região do abdômen.

O professor  foi socorrido e levado para o  Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo a assessoria do hospital, Felipe está cosnciente e seu estado de saúde é estável. 

Felipe da Cunha Lopes
Felipe da Cunha Lopes





Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com