Acusado de matar filha de Sarney Neto é agredido em Pedrinhas

O cunhado da vítima teve que ficar isolado no local.

Lucas Leite Ribeiro Porto, assassino confesso de Mariana Costa, filha de Sarney Neto, está preso desde o último domingo (13), no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Diante da grande repercussão do caso em todo o Brasil, a sua presença no local já lhe rendeu agressões de outros presos.

Para manter a integridade física do réu confesso, Lucas Porto mantém-se isolado na unidade onde está preso. O laudo cadavérico da vítima deve ser concluído na próxima terça-feira (22), onde ficará ou não comprovada a violência sexual. De acordo com a polícia, as investigações possivelmente serão encerradas até o fim da próxima semana.

Ainda na quarta-feira (16), familiares do acusado entregaram para a Polícia Civil, responsável pelas investigações sobre o caso, as roupas que o acusado usava no momento do crime e que ainda não tinham sido encontradas. A camisa branca e a calça jeans azul estavam em um apartamento da família que não está sendo utilizado e pertence ao pai do acusado no mesmo condomínio onde Lucas Porto mora e é sindico, no bairro Ponta D’Areia.

As roupas estão sendo periciadas em buscas de vestígios que devem revelar mais detalhes sobre o crime para formar, então, a convicção jurídica dos fatos necessária, embora a confissão tenha sido feita.

Image title

Fonte: O Imparcial
logomarca do portal meionorte..com