Acusado de matar mulher a pedradas em Oeiras nega o crime

O crime aconteceu na noite de domingo.

Na noite deste domingo (05/11), uma mulher identificada como Maria Alzenir de Sousa, foi assassinada a pedradas no conjunto Wellington Gonzaga, bairro Barrocão, município de Oeiras. O principal suspeito de cometer o crime, André Lucas de Sousa Nascimento, negou a autoria.

Nesta segunda-feira (06), André prestou depoimento ao delegado Francisco Rodrigues e negou que tenha matado Maria Alzenir.

De acordo com informações, o acusado foi visto por vizinhos saindo da casa da vítima no conjunto Wellington Gonzaga, sendo contido pelos mesmos até a chegada da polícia que o conduziu até a Delegacia Regional de Oeiras, onde está preso.

André Lucas era amigo de um dos filhos da vítima e por isso tinha a confiança da família. Como mora em um assentamento na zona rural de Oeiras, costumava dormir na residência de Maria Alzenir.

Ainda de acordo com a polícia, a vítima foi morta a pedradas que atingiram o rosto, destruiu parte do seu crânio e estava com indícios de ter sido abusada sexualmente. Nesta terça feira, André Lucas será ouvido pela delegada Eugênia Villa, subsecretária de Segurança Pública do Piauí, e uma das fundadoras do Núcleo de Feminicídio no Piauí.

Pedra usada no crime (Crédito: Polícia Militar)
Pedra usada no crime (Crédito: Polícia Militar)
Principal suspeito do crime (Crédito: Polícia Militar)
Principal suspeito do crime (Crédito: Polícia Militar)


Fonte: Com informações do Mural da Vila
logomarca do portal meionorte..com