Acusado de matar o irmão em confraternização se entrega à polícia

Matteo Petriccione baleou o irmão após festa da empresa.

Na noite desta terça-feira (23/12), o empresário Matteo Petriccione Junior, acusado de matar o próprio irmão a tiros dentro da concessionária da família durante uma confraternização de fim de ano se entregou a polícia. De acordo com informações dos agentes do 13° distrito, o suspeito prestava depoimento por volta de 20h30. 

Ainda não se tem detalhes sobre o que deverá ocorrer com o homem e nem sobre o que ele contou à polícia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Petriccione foi ao DP acompanhado de seu advogado. A SSP também informou que já foi solicitada à Justiça a prisão temporária dele.

Marcello Petriccione, de 49 anos, foi atingido por três disparos e levado para o Hospital Santana, mas não resistiu aos ferimentos, de acordo com o registro policial. Policiais militares foram acionados e se deslocaram até o hospital, mas o homem já estavam morto.

A polícia também registrou que Matteo, que efetuou os disparos, foi desarmado logo após os tiros por outro rapaz que estava na concessionária, e acabou fugindo do local do crime.

Marcello Petriccione, de 49 anos, foi morto pelo irmão
Marcello Petriccione, de 49 anos, foi morto pelo irmão


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com