Acusados de assassinar a travesti Dandara vão a Júri Popular

O crime aconteceu em fevereiro deste ano em Fortaleza.

Os acusados de assassinar a travesti Dandara Dandara dos Santos, de 42 anos, espancada até a morte no bairro Bom Jardim, em Fortaleza, no Ceará,  em fevereiro. deste ano, vão a Júri Popular, conforme decisão da juíza Danielle Pontes de Arruda que aceitou denúncia do Ministério Público.

Os acusados, identificados como Francisco José Monteiro de Oliveira Júnior (vulgo Chupa Cabras), Jean Victor da Silva Oliveira, Rafael Alves da Silva Paiva, Júlio César Braga da Costa e Isaías da Silva Camurça foram denunciados pelos crimes de homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima, e corrupção de menores. 

A magistrada manteve a prisão preventiva dos cinco acusados. Duas pessoas seguem foragidas: Francisco Wellington Teles e Jonatha Willyan Sousa da Silva.

Um vídeo, com pouco mais de um minuto de duração, ganhou bastante repercussão por mostrar o crime cruel. O vídeo só termina quando eles colocam a vítima no carrinho de mão e descem a rua. Em seguida, a vítima é morta. 



Fonte: Com informações do G1-CE
logomarca do portal meionorte..com