Acusados de matar detento em viatura da polícia são transferidos

O crime aconteceu dentro da viatura.

Por questões de segurança, os detentos identificados como Francisco Alisson Pereira da Silva e Rafael de Oliveira Carvalho, acusados de assassinar o colega de cela Humberto Wilson Fernandes Moraes na última quinta-feira (12), durante uma transferência de presos de Teresina para a Penitenciária Gonçalo de Castro Lima, na localidade Vereda Grande, em Floriano, e para o Centro de Detenção Provisória de São Raimundo Nonato, foram encaminhados para a Penitenciária Dom Inocêncio Lopes Santa Maria, em São Raimundo Nonato.

A comunicação da prisão em flagrante foi feita pelo Delegado Regional de Floriano, Francisco de Assis Carvalho, que explicou que os detentos citados foram autuados em flagrante de delito pela prática de crime de homicídio qualificado.

Humberto Wilson Fernandes Moraes foi morto por volta das 10h30, quando a viatura em que eram transportados passava pela Polícia Rodoviária Federal de Floriano. Os detentos chamaram a atenção os agentes penitenciários, que foram verificar o que havia acontecido.

Francisco Alisson Pereira da Silva e Rafael de Oliveira Carvalho confessaram imediatamente o crime. Após constatar a morte do detento os agentes se dirigiram para a Central de Flagrantes de Floriano para a adoção dos procedimentos legais.

O corpo de Humberto Wilson foi encaminhado para o necrotério do Hospital Regional Tibério Nunes, para a realização de exame cadavérico. A morte aconteceu, segundo análise inicial da perícia, por conta de uma asfixia traumática, mas o corpo foi encaminhado ao IML de Teresina para necrópsia.

Fonte: Com informações do Floriano News
logomarca do portal meionorte..com