Adolescentes acusados de matar travesti são apreendidos no CE

Dandara dos Santos foi agredida por um grupo de homens

Quatro adolescentes suspeitos de matar a travesti Dandara dos Santos, de 42 anos, no último dia 15 de fevereiro, no Bairro Bom Jardim, em Fortaleza, no Ceará, foram apreendidos, informou a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Estado. Os menores foram encaminhados para um socioeducativo, onde ficarão internados provisoriamente por até 45 dias.

Image title

Na manhã desta terça-feira (07), agentes da Secretaria de Segurança Pública estão nas ruas da cidade para cumprir mandados de prisão e apreensão de outros suspeitos.Os mandados foram liberados no último sábado.

Dandara dos Santos foi agredida por um grupo de homens em uma rua de Fortaleza. Um vídeo que mostra o ataque circulou em redes sociais e chocou internautas. Na gravação, a travesti leva pontapés e chineladas, enquanto fica caída no chão sem chances de defesa.

O vídeo, com pouco mais de um minuto de duração, termina quando eles colocam a vítima no carrinho de mão e descem a rua. Em seguida, a vítima foi morta, de acordo com a polícia. O caso está sendo investigado pelo 32º Distrito Policial.

Em nota, a Secretaria de Segurança do Ceará informou que vai se reunir com líderes de grupo LGBTs para "traçar um plano constante de proteção e combate à violência e discriminação contra as minoria".

Leia na íntegra:

"A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que nesta semana, o secretário da pasta, André Costa, juntamente com a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para LGBT, se reunirá com representantes da comunidade LGBT, no intuito de traçar um plano constante de proteção e combate à violência e discriminação contra as minorias. A SSPDS ressalta ainda que as investigações sobre o homicídio que vitimou Dandara dos Santos (42) estão em andamento. O inquérito policial, instaurado na Polícia Civil, está a cargo do 32º Distrito Policial, responsável pela área onde o crime aconteceu. O caso foi registrado no último dia 15 de fevereiro, no bairro Bom Jardim, na Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2). A Polícia informa ainda que não é possível repassar detalhes para não comprometer o trabalho policial."

Fonte: Com informações do Jornal Extra
logomarca do portal meionorte..com