Assaltante é agredido e mãe tenta registrar B.O contra vítima

O delegado que cuida do caso recusou a registrar o B.O.

Dois jovens foram presos em flagrante ao tentaram roubar a carga de um caminhão em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na noite desta quinta-feira (6). As vítimas reagiram e espacaram a dupla, que foi presa. Na delegacia, a mãe de um dos suspeitos quis registrar um boletim de ocorrência em favor do filho, por conta da agressão. O delegado que cuida do caso recusou.

O veículo era descarregado quando os assaltantes, identificados como Erick Thadeu Pariz de Oliveira, de 23 anos, e Gregory Perciliano de Jesus, de 20, anunciaram o assalto.

Para se defenderem, vítimas reagiram e entraram em luta corporal com os bandidos. A Polícia Militar foi acionada e uma equipe conseguiu prender os dois rapazes em flagrante no local.

 Assaltante é agredido e mãe tenta registrar B.O contra vítima
Assaltante é agredido e mãe tenta registrar B.O contra vítima


Os suspeitos foram encaminhados à delegacia, juntamente com o simulacro de arma de fogo utilizada no assalto. Ambos foram autuados em flagrante por roubo pelo delegado Alexandre Comin. No registro da ocorrência, entretanto, os policiais foram surpreendidos com a chegada de familiares de um dos suspeitos.

Entre eles, estava a mãe de Gregory, que queria registrar um boletim de ocorrência de lesão corporal contra as pessoas que, segundo ela, agrediram o filho dela. "Eu expliquei que não registraria, pois as vítimas do roubo estavam em legítima defesa e agiram com respaldo da lei", informou o delegado.

Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com