Autores de série de roubos se entregam à polícia em Oeiras

Danilo e Wellington serão encaminhados à penitenciária de Oeiras

Danilo Alencar Fontes e Wellington Dantas Nascimento, conhecido por "Leléu", que são apontados como os autores da série de roubos (assaltos) que vinham acontecendo em Oeiras, se apresentaram à polícia na terça-feira, 07.

Os dois que estavam foragidos se apresentaram acompanhados de advogado e foram interrogados pelo delegado regional Antônio Nilton, que deu cumprimento aos mandados de prisão.

Danilo Alencar Fontes e Wellington Dantas Nascimento, foram identificados após investigações do Núcleo de Inteligência da Polícia de Oeiras, que conseguiu provas da autoria dos roubos e a partir daí solicitou buscas na casas dos investigados, onde foi apreendida a arma de fogo usada nos assaltos, que foi reconhecida pelas vítimas, sendo que um dos acusados também foi identificado devido às suas tatuagens.

A arma foi apreendida durante a operação Mercador, realizada no mês de fevereiro, na casa de Wellington Nascimento. Na ocasião o seu pai afirmou que a arma seria de sua propriedade. Todavia, com as investigações e ao ouvir as vítimas que reconheceu a arma, a polícia chegou à conclusão que a mesma pertencia a Wellington.

Os dois acusados deveriam ter sido presos ainda na operação Mercador. Entretanto, no dia em que a operação foi realizada os dois haviam saído para uma caçada e permanecerem foragidos até a tarde desta terça-feira, quando decidiram se apresentar à polícia.

Para a prática dos roubos, Danilo e Wellington, que são primos, usavam o mesmo modo de operação, sempre em uma moto e usando a mesma arma. A dupla assaltou posto de combustível, farmácia, mercadinhos, dentre outros.

O delegado Antônio Nilton reforça que os roubos praticados pela dupla estão ligados ao tráfico de drogas em Oeiras. "Durante a operação Mercador, um dos celulares roubados pela dupla, foi apreendido na casa de um dos traficantes, o que comprova que os furtos e roubos praticados na cidade estão diretamente ligados ao tráfico de entorpecentes", afirma o delegado.

Danilo e Wellington serão encaminhados à penitenciária de Oeiras, onde ficarão à disposição da justiça.

Fonte: Com informações do Mural da Vila