Bancária é estuprada e espancada na garagem da própria casa

Vítima reagiu e enfiou o dedo nos olhos do agressor.

A Polícia Civil vai investigar o caso de uma mulher de 34 anos que foi espancada e estuprada ao chegar na porta de casa no Barro Preto, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, na madrugada desta terça-feira (4). A bancária foi abordada quando colocava o carro na garagem da residência. Ela levou vários socos no rosto e teve o nariz quebrado.

Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima explicou que o suspeito anunciou o assalto e a obrigou a entregar joias e R$ 5 mil em dinheiro. No entanto, como não tinha a quantia, foi estuprada.

A mulher disse ter reagido e que conseguiu arranhar o pescoço do agressor, além de enfiar o dedo nos olhos dele. A bancária contou ainda que o suspeito fugiu logo em seguida levando apenas o celular dela. Os policiais foram chamados e a levaram para o Hospital Odete Valadares.

Policiais militares realizaram buscas pela região, mas o homem não foi localizado. Câmeras de segurança de imóveis das redondezas podem ajudar nos trabalhos de investigação da Polícia Civil. O caso foi registrado na 3ª Delegacia do Centro com estupro.


Fonte: Bhaz
logomarca do portal meionorte..com