Bebê de 3 meses morre após ser atropelada no Rio de Janeiro

O motorista fugiu sem prestar socorro às vitimas

Uma bebê de três meses morreu após ser atropelada na última sexta-feira, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro. A mãe da criança, Daphine Barbosa, de 21 anos, carregava a filha Antonella no momento em que um veículo as atropelou.O motorista não parou para socorrer as vítimas.

Os bombeiros foram acionados e encaminharam Antonella ao Pronto Socorro Infantil de São Gonçalo, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu na ambulância. A mãe, por sua vez, foi para o Hospital Alberto Torres, segundo um parente que a ajudou minutos após o incidente. De acordo com Luiz Rodrigues, de 43 anos, Daphine já recebeu alta e está em casa. Ele chegou ao local do atropelamento cerca de cinco minutos após as duas terem sido atingidas por um veículo.

"Quando cheguei, o motorista já tinha evadido. As pessoas que viram o acidente disseram que o atropelamento aconteceu quando elas estavam na calçada. Daphine tinha saído do condomínio. O carro as pegou fora da pista. A criança estava embaixo de um caminhão que estava estacionado no local. Ela foi arremessada e caiu de bruços. O médico disse que a Antonella morreu devido aos ferimentos provocados pelo forte impacto nos órgãos dela. A Daphine estava caída também, dei atenção a ela quando cheguei e a acompanhei ao hospital", disse Luiz.

Antonella, de 3 meses, foi atropelada em São Gonçalo e não resistiu aos ferimentos (Crédito: Reprodução )
Antonella, de 3 meses, foi atropelada em São Gonçalo e não resistiu aos ferimentos (Crédito: Reprodução )

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou, em nota, que o carro já foi identificado e "todas as diligências de polícia judiciária estão em andamento para que o caso seja resolvido com a maior brevidade possível".

"Daphine disse que nem ela percebeu o carro vindo", afirmou Luiz.

O parente contou ainda que a mãe de Antonella sofreu ferimentos na cabeça, nas pernas e nos braços. Segundo Luiz, ela passou por cirurgia. A menina era sua primeira filha.

De acordo com parentes das vítimas, o motorista do carro não parou para socorro.

Fonte: Com informações do o Globo
logomarca do portal meionorte..com