Cachorro é baleado na boca durante ação policial em São Paulo

Delegado diz que tiro foi acidental e ricocheteou no chão

Um cachorro levou um tiro na boca durante ação policial em uma residência na cidade de Buritama, em São Paulo. O caso foi divulgado nesta segunda-feira (12) pela Associação Protetora dos Animais  de Araçatuba (SP).

Policiais civis foram cumprir mandado de busca e apreensão na casa de um rapaz suspeito de tráfico de drogas no último dia 5. De acordo com uma das protetoras, Cristina Munhoz, o cachorro, de nove meses, ficou latindo para os policiais dentro da casa. Um deles, então, atirou no cachorro, que teve o maxilar quebrado, perdeu dois dentes e passou por cirurgia no Hospital Veterinário de uma universidade, em Araçatuba. 

Cachorro foi socorrido e passa bem (Crédito: Reprodução)
Cachorro foi socorrido e passa bem (Crédito: Reprodução)

O delegado Ademir Sanches confirma que foi ao local com quatro policiais civis para cumprir mandados de busca e apree

Sanches afirma que os policiais chegaram a procurar um veterinário para o cachorro, mas os donos já tinham levado o animal ao hospital veterinário.

O cachorro já está em casa e passa bem, mas o dono do animal, o empreiteiro Adilson Vieira dos Santos, de 46 anos, que é cunhado do suspeito, contesta a versão da polícia e diz que o delegado se recusou a registrar boletim de ocorrência.

"Na minha casa não há nenhuma perfuração de bala no chão e vou atrás dos meus direitos. Eu quero Justiça. Ele só registrou o boletim de ocorrência para o lado dele, a minha versão ele não quis ouvir", afirma.

O delegado afirma que a ação da polícia resultou na apreensão de vários telefones celulares que seriam do suspeito, que não foi encontrado.


Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com