Casal de canibais confessa ter matado cerca 30 pessoas em 18 anos

Nas investigações foi encontrado um celular com fotos da vítima

Um casal confessou ter assassinado pelo menos 30 pessoas durante os últimos 18 anos. A polícia trabalha para confirmar os óbitos e a identidade das vítimas.

Investigações preliminares, estam analisando a morte de uma mulher de 35 anos, que não teve a identidade revelada. Partes do corpo da vítima foram encontradas próximo a uma instalação militar. Nas investigações foi encontrado um celular com fotos de um homem posava com membros humanos decepados.

O suspeito também fotografou a cabeça da mulher, e deixou para trás sacos e baldes com restos do corpo da vítima, além dos seus pertences pessoais. Quando descobriram o casal, eles confessaram a morte e outros homicídios praticados anteriormente.

Casal de canibais confessa ter matado pelo menos 30 pessoas em 18 anos (Crédito: Ilustração)
Casal de canibais confessa ter matado pelo menos 30 pessoas em 18 anos (Crédito: Ilustração)


Dmitry Baksheev, de 35 anos, afirmou que os crimes começaram em 1999. A esposa era conhecida na região pelo seu temperamento agressivo. A residência do casal exalava um forte cheiro químico, que estaria ligado a éter e Corvalol, substâncias usadas dopar as vítimas.

A esposa de Dmitry, Natalia Baksheeva, tem 42 anos e trabalhava como enfermeira. Foi ela quem confessou os 30 homicídios cometidos pelo casal. 

Fonte: Com informações do Metropoles
logomarca do portal meionorte..com