Casal é preso acusado de torturar a própria filha de 4 meses

Mãe disse não ter paciência com a recém-nascida

Na noite da última sexta-feira (21), um casal foi preso, na cidade de Santo André-SP, acusados de agredirem a própria filha, uma criança de 4 meses. Os dois foram identificados como Bárbara Santos Oliveira, 18 anos, e Igor Amaral Dias, 20, e foram presos em flagrante após os policiais levarem a filha do casal ao Pronto-Socorro e constatarem que a menina tinha sinais de tortura.

Nos exames os médicos constataram que a criança tinha vários hematomas na cabeça, estava com a boca ferida e o nariz achatado e com sangue, além de ter ferimentos na sola dos pés, joelhos e até nas partes íntimas. Ficou constatado ainda que a criança já havia tido ossos quebrados, agora calcificados.

Casal foi acusado de torturar a própria filha (Crédito: Reprodução)
Casal foi acusado de torturar a própria filha (Crédito: Reprodução)

O caso foi registrado como flagrante de tortura, partindo de denúncia de vizinhos do casal. De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado no 3º DP de Santo André, a menina chegou ao hospital "gemendo, com febre e sem forças para chorar".

Aos policiais, a mãe da criança admitiu a violência contra a filha por não ter paciência com a recém-nascida.  A criança está com parentes. 

Menina está sob a guarda de parentes (Crédito: Reprodução)
Menina está sob a guarda de parentes (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Diário da Grande ABC
logomarca do portal meionorte..com