Corpo de homem morto a facadas é identificado em Piripiri

A família ainda denunciou negligências.

Na última sexta-feira (22/12), um corpo foi encontrado na área conhecida como Terra Preta, zona sul do município de Piripiri, a 365 km de Teresina. O corpo estava em avançado estado de putrefação e foi localizado por moradores da região.

Segundo familiares, trata-se de Francisco das Chagas, mais conhecido como ‘morcegão’, de 31 anos, morador do bairro Prado. O homem foi encontrado com marcas de esfaqueamento e a família denunciou uma suposta negligência por parte do IML e da empresa funerária. 

De acordo com Regina, prima de Francisco das Chagas, apesar de o corpo ter sido encontrado na sexta, somente no domingo à tarde o IML chegou à cidade, alegando falta de combustível. Regina conta ainda que a própria família teve que buscar o corpo, em local de difícil acesso, enquanto a equipe do Instituto aguardava na BR 343, próximo à entrada da vereda. Ela ainda firmou que a funerária contratada pela família chegou de Teresina e abandonou o caixão com o corpo no cemitério. "O corpo tava emborcado. A gente teve que desvirar. Não era de graça. A empresa havia sido paga e, além de colocar no pior os caixões, ainda abandonou o caixão lá. Quando chegamos, não tinha ninguém da funerária e nenhum acessório deixado. Era um ser humano ali. Foi um absurdo também o tratamento do IML", desabafou. 

Sobre a autoria do homicídio, a Polícia já tem um suspeito.

Francisco era alcoólatra, já teve uma passagem pela polícia após ter sido encontrado conduzido uma moto roubada, há alguns anos. Para a família, ele estava desaparecido há cerca de 20 dias. 

Caixão foi deixado em cemitério (Crédito: Reprodução)
Caixão foi deixado em cemitério (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Piripiri Repórter
logomarca do portal meionorte..com