Corpo encontrado em carro incendiado pode ser de embaixador

Mulher dele tinha relacionamento extraconjugal com um policial.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando se um corpo encontrado dentro de um carro  incendiado é do embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis, desaparecido desde a noite de segunda-feira (26). Amiridis foi morto em casa, na na Baixada Fluminense, antes de ser levado para dentro de um veículo.  Françoise Amiridis, esposa do embaixador, prestou depoimento na manhã desta sexta-feira. 

O delegado Evaristo Pontes, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), afirmou que o corpo carbonizado encontrado dentro do veículo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML),

"Não posso confirmar categoricamente, pois o veículo estava queimado. Posso confirmar que tem as mesmas características, que era o mesmo modelo e tinha o mesmo registro que o do carro alugado pelo embaixador", afirmou o delegado. 

Segundo o delegado, é preciso aguardar o resultado dos exames. "Agora, nós vamos fazer as perícias técnicas para saber se o corpo é do embaixador", explicou. 

Os investigadores descobriram que Françoise mantinha um relacionamento extraconjugal com um policial militar. O PM, cujo nome foi citado no depoimento de Françoise, se apresentou à DHBF na madrugada desta sexta-feira, acompanhado de um advogado. A polícia acredita em crime passional. 

embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis
Embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis


Fonte: Com informações do Terra