Criminosos podem ter se 'vingado' de Coronel da Força Aérea

Coronel, segundo a polícia, pode ter sido executado.

Um coronel da Força Aérea Brasileira identificado apenas como Ialdo Pimentel, foi assassinado durante tentativa de assalto dentro do Túnel Marcelo Alencar, no Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira (15). De acordo com o delegado-adjunto da Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil, André Timoni, o militar pode ter sido vítima de uma execução.

“Imagens das câmeras de segurança mostram que os suspeitos já vinham seguindo o carro das vítimas desde o Aterro. Eles tentaram abordar o carro do casal ainda no Aterro, mas o coronel conseguiu fugir. Tentaram outra vez, já dentro do túnel, e mais uma vez a vítima escapou. Mas aí, os criminosos ultrapassaram as vítimas e pararam mais adiante. O carona desceu do carro e, quando o carro das vítimas de aproximou, ele atirou no motorista”, afirmou. 

Segundo o delegado, os criminosos se 'vingaram' após o coronel da Força Aérea tentar fugir. André Timoni diz que o crime não possui características de latrocínio. 

“O modo de agir dos criminosos foge um pouco do padrão de latrocínio [roubo seguido de morte], já que eles fugiram sem roubar nada. Mas eles podem ter ficado irritados com as fugas e se vingado”, acrescentou. 

Túnel Marcelo Alencar, onde o coronel da Força Aérea foi morto
Túnel Marcelo Alencar, onde o coronel da Força Aérea foi morto




Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com