Mariano Marques: Delegacia de Gênero vai investigar caso

Apresentador foi esfaqueado na noite de sábado no Centro da capital

A delegada Anamelka Cadena, da Delegacia de Crimes de Gênero, foi designada para investigar a agressão contra o apresentador Mariano Marques, que foi esfaqueado nas proximidades da praça do Liceu, no Centro de Teresina, na noite de sábado, dia 21. De acordo com informações, ele estava em um bar com amigos e ao sair para pegar uma bebida em seu carro, foi atingido com uma facada. 

“A gente realmente recebeu essa designação, ou melhor, essa missão. Nós temos um lavamento muito preliminar e não tivemos a oportunidade de dialogar com a vítima, que é importante na dinâmica dos fatos para nos possibilitar o norteamento do caso. Então, a gente conseguiu informações com colegas, com familiares e nossa preocupação agora é com o estado de saúde da vítima que foi perfurada durante a ação e precisa passar por exame de corpo de delito”, disse.

Apresentador Mariano Marques
Apresentador Mariano Marques

Questionada sobre a motivação, que supostamente seria passional, a delegada afirmou que nenhuma possibilidade está descartada. “Primeiro que a gente não trata dessa questão da passionalidade. Por razões de gênero, poderia haver uma linha de investigação, não necessariamente se havia uma relação interpessoal da vítima com o agressor, inclusive a família nos informou que esse áudio que circula não procede. Mas nós não podemos esquecer que isso pode ter ocorrido por questões de gênero, é uma linha de investigação, pode ter ocorrido por intolerância, pelo modo como ele se apresentava no programa, que é bem animada", acrescentou. 

"Nós, então, não descartamos nenhuma possibilidade. Ele ainda não foi ouvido e ainda é muito leviano dizer qual foi o norte do crime. A Delegacia de Crimes de Gênero investiga nesse viés, que é de gênero, mas não necessariamente significa dizer que vai culminar com essa motivação. Tudo ainda é muito prematuro”, acrescentou.

Secretário afirma que pode ter sido crime passional

Em entrevista ao programa Bom Dia Meio Norte, o secretário de segurança pública do Piauí, Fábio Abreu, afirmou que a principal linha de investigação do crime é de assalto, mas que nesse domingo surgiu uma nova versão do caso.

“Inicialmente é verdade que tivemos essa informação que foi uma tentativa de assalto e assim a gente procedeu, porém no dia de ontem apareceu uma nova versão de que não tenha sido assalto, mas sim uma discussão entre ele e uma pessoa próxima a ele e isso agora a gente também leva em consideração, então são duas possibilidades que estamos apurando. Essa segunda versão que não é do assalto é uma questão passional, então estamos apurando também. Vamos identificar a pessoa que faz a gravação que está circulando nas redes sociais porque eu tenho certeza que pelo relato é uma pessoa que presenciou o fato e logicamente por isso vamos atrás. Nós não procuramos ainda o Mariano em função do trauma mas vamos ouvi-lo para que tenhamos uma noção e ajude na investigação. Vamos designar uma delegada da Central de Gênero para que tenhamos uma certeza maior e não paire dúvidas”, afirmou Fábio Abreu.

Estado de saúde do apresentador

Na manhã deste domingo (22), o Hospital de Terapia Intensiva  (HTI) informou,  que o apresentador de TV Mariano Marques, continua internado na Unidade de Terapia Intensiva  (UTI), após cirurgia no braço esquerdo, realizada na noite de sábado para estancar hemorragia,  mas seu quadro de saúde está fora de risco de morte e é estável.

Mariano Marques
Mariano Marques




Fonte: Portal Meio Norte