Delegacia Geral vai denunciar delegados para a corregedoria

Na ultima quinta os delegados participaram de um protesto.

Na última quinta-feira (06/07), os delegados de Polícia Civil do Piauí participaram de um protesto na frente do Palácio de Karnak onde alegaram descaso do governo e denunciaram a falta de estrutura para o trabalho, não pagamento de horas extras e pouco efetivo.

Sobre o manifesto, onde eles anunciaram a entrega de funções nas Comarcas, cidades e Delegacias Regionais, a Delegacia Geral divulgou uma nota nesta segunda-feira (10), esclarecendo que:

A acumulação de Comarcas e cidades por delegados no interior do Estado já existe decisão favorável do Tribunal de Justiça e, desta forma, determina a execução do trabalho. Além disso, o Sindicato dos Delegados não tem atribuição de entregar cargo uma vez que não tem competência para nomear.

A Delegacia Geral informa ainda que a entrega de Comarcas, cidades e Regionais será devidamente analisada e remetida à Corregedoria de Polícia Civil para instauração de Processo Administrativo Disciplinar, levando em conta a análise dos Deveres e Proibições do Policial Civil descritos no Estatuto do Policial Civil e Servidor Civil, Desobediência a Ordem Judicial e Estágio Probatório para aquisição de futura estabilidade no serviço público, situação onde a grande maioria dos Delegados do interior estão inseridos.

A Delegacia Geral confirmou que a Secretaria de Segurança autorizou a formalização de uma comissão para avaliar todos os policiais civis em estágio probatório. Este grupo ficará responsável pela avaliação de todos os policiais que entraram na Polícia Civil nos últimos três anos, especialmente em 2016 e 2017, realizando avaliações periódicas até final do Estágio Probatório, e caso necessário, enviará projeto de Lei a ALEPI para regulamentar a mesma.


Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com