Delegado suspeito de ganhar R$20 mil para soltar traficante é preso

O delegado foi preso durante a operação Saratoga.

A Operação Saratoga, que investiga policiais suspeitos de atuar em favor de facções criminosas, resultou na prisão de 17 pessoas, dentre elas um delegado suspeito de receber o montante de R$ 20 mil para soltar um traficante no Ceará.

As ações foram desencadeadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), do Ministério Público.

Epaminondas Vasconcelos,, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), explica como o delegado atuou em favor do traficante. em uma atuação que ocorreu em Caucaia.

 "A polícia prendeu duas pessoas, um mototaxista que ia entregar a droga e um dos químicos que ia entregar a droga para o mototaxista. Eles foram encaminhados ao delegado, que recebeu os dois como flagrante de tráfico e associação para o tráfico. Durante a madrugada, o delegado refez o flagrante, excluiu o mototaxista como indiciado e o colocou como testemunha, e tirou a 'associação' do traficante", declarou.

O MP investiga cerca de 40 pessoas, sendo que 17 já estão presas e 18 foragidas. Entre os suspeitos estão um escrivão e um delegado da Polícia Civil, presos por tráfico e corrupção passiva, respectivamente; e um sargento da Polícia Militar, já preso anteriormente, no 5º Distrito Policial, em agosto deste ano, durante outra operação. Um soldado da Polícia Militar e a mulher dele, uma advogada, estão entre os foragidos.

Autoridades divulgam dados da Operação Saratoga
Autoridades divulgam dados da Operação Saratoga (Crédito: Cinthia Freitas/G1) )




Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com