Delegado vai pedir prorrogação de inquérito de assassinato no PI

A polícia tem uma linha de investigação.

O delegado Andrei Alvarenga, titular da 5ª Delegacia Regional de Campo Maior, revelou que vai pedir prorrogação de prazo para concluir o inquérito que apura o assassinato do idoso Lúcio Anselmo Sales, 56 anos, morto em janeiro deste ano na comunidade Velame, zona rural de Campo Maior.

Andrei comenta que a investigação segue em estágio avançado, mas requer diligências com um prazo maior. “Vamos pedir prorrogação do prazo para podemos concluir o processo. Trabalhamos com algumas linhas de investigação e esperamos, ao final, dar uma resposta a esse assassinato”, diz o delegado.

Lúcio Anselmo foi encontrado morto em sua residência no dia 23 de janeiro deste ano. A perícia feita no corpo descobriu que o homem foi morto a pauladas na cabeça. Jucivaldo Lima Sales, filho do idoso, foi assassinado a facadas na mesma casa em abril do ano passado. O pai era investigado como suspeito do crime.

Questionado se há relação entre os dois assassinatos, o delegado não descarta essa possibilidade, mas prefere não divulgar detalhes da investigação. Andrei Alvarenga afirma que existem suspeitos do crime.


Fonte: Com informações do Campo Maior em Foco