Em abordagem a ônibus, PM prende homem acusado de estuprar a filha

O fato aconteceu durante a abordagem a um ônibus.

Por volta das 03h da manhã desta quinta-feira (12/01), durante uma operação denominada 'Corujão', realizada pelo efetivo de serviço da Força Tática e do policiamento convencional do 20º BPM, coordenada diretamente pelo Comandante da Unidade, Major Felipe, com o apoio dos Apirantes a Oficial Tenório e Sousa Torres, foi efetuada a prisão de um homem identificado como Antônio Elizeu Camelo de Sousa, de 42 anos, natural de Tamboril, no Ceará.

O fato ocorreu quando o ônibus da Itapemirim que fazia linha Rio de Janeiro/RJ a Crateús/CE foi abordado na BR-407 pelo policiamento e foi efetivada consulta aos documentos de identidade dos passageiros. Na ocasião, Antônio Elizeu apresentou uma carteira de Reservista das Forças Armadas expedida recentemente, em outubro de 2016, quando a praxe é que a mesma seja expedida quando da prestação do Serviço Militar Obrigatório. Este fato despertou a atenção dos policiais que, de imediato, acessaram então os registros disponíveis na internet sobre foragidos.

Com isso, foi verificado que contra ele constava nos registros do BNMP (Banco Nacional de Mandados de Prisão) um mandado de prisão preventiva expedido pelo Juízo da Vara Única da Comarca de Tamboril-Ce, em 14/05/2015, motivado pela prática do crime de estupro, que, segundo o capturado, fora praticado contra sua própria filha, à época do fato com 15 anos de idade.

Constatada a referida existência da determinação judicial, o capturado foi conduzido à 12ª Delegacia Regional de Paulistana para as providências cabíveis.

"Sempre estamos realizando abordagens especialmente nesta época do mês, a fim de inibir a prática de roubos e tráfico de drogas. Com isso, também acabamos nos deparando com situações como essa, que já é comum nas nossas abordagens à ônibus. Contudo, se por um lado felizmente prendemos indivíduos como esse, por outro preocupa-nos constatar a ineficácia de nosso sistema de persecução criminal, ineficaz na triagem daqueles sobre quem deve recair a reprimenda estatal, quiçá no seu resgate social", pontuou  o Comandante da Unidade.


Fonte: Portal MN