Em carta, presidiários ameaçam comandante da Polícia Militar

Os criminosos seriam de Petrolina, no estado de Pernambuco.

O comandante da Polícia Militar no município de Marcolândia, tenente De Assis, recebeu uma carta contendo várias ameaças de morte. As ameaças contra o policial, que realiza intenso trabalho de combate ao crime na cidade que fica na divisa com o estado de Pernambuco, teriam sido de criminosos de  Petrolina e Araripina. 

De acordo com o tenente De Assis, a carta foi jogada em uma viatura da polícia da cidade na última segunda-feira  e teria sido escrita por um ex-presidiário que seria 'conhecido' do comandante.No texto, o ex-detento afirma que um criminoso descrito por ele como "Cegão" pretende tirar a vida do tenente. 

"De Assis, eu vou te avisar que você tenha cuidado, você vai morrer. O 'Cegão' vai lhe matar, ele está com uma turma de bandidos de Araripina e Petrolina. Ele vai soltar um preso [descrito por ele na carta como Francisco Monteiro da Silva] em Petrolina para lhe enfrentar, De Assis", diz  um treco da carta.

Na sequência, o ex-presidiário lista nomes dos supostos bandidos que vão tentar contra a vida do policial. Além disso, cita os endereços dos criminosos em Araripina. 

O tenente já solicitou investigação sobre o  carta. 

Carta contendo várias ameaças contra o comandante (Crédito: Divulgação)
Carta contendo várias ameaças contra o comandante (Crédito: Divulgação)





Fonte: Portal Meio Norte