Empresário e mais quatro pessoas são presas em operação

As ações estão acontecendo nas cidades de Teresina, Água Branca.

Na manhã desta quarta-feira (26/10), a Polícia Civil do Piauí, por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – GRECO, com apoio do 4°DP, 8°DP, 11°DP, 12°DP,  25°DP, Polinter, Rone e Bope, deflagrou a operação Latronum para cumprimento de sete mandados de prisão, 12 de busca e apreensão e duas conduções coercitivas. As ações estão acontecendo nas cidades de Teresina, Água Branca e Caxias (MA).

A operação, que conta com a participação de 50 policiais civis e militares, visa a desarticulação de organização criminosa especializada em arrombamentos de estabelecimentos comerciais, roubos e lavagem de dinheiro. Latronum significa "ladrões, assaltantes", em latim.

De acordo com o secretário de segurança Fábio Abreu, até o momento quatro pessoas foram presas mas a operação continua em andamento. “Quatro pessoas já foram presas, o importante é que o principal chefe dessa quadrilha, o articulador também já está preso, então agora é finalizarmos principalmente na vistoria do sitio desse principal acusado no estado do Maranhão. Ele tem essa característica de chefiar, dar logística aos indivíduos, principalmente roubos e tráficos. Nós temos informação que eles estava financiando, foi encontrado armas, coletes e são ações que vamos dar continuidade. Ele tem uma loja de pneus na avenida Miguel Rosa, tem essa fachada de que é empresário, mas nós sabemos que ele faz outro tipo de trabalho, como fornecer estrutura para quadrilha”, declarou.

O delegado Cadena, da Polinter, afirmou que entrou na operação a convite do delegado Carlos César, do Greco. “A Polinter fez a busca em uma das lojas desse empresário que foi preso logo pela manhã e dois veículos foram apreendidos, agora serão realizados vistorias”, disse.

Segundo o delegado Canabrava, vários distritos estão envolvidos nessa operação. “Nós fomos convidados pelo delegado a participar e a Polícia Civil e a Polícia Militar está para somar. Nessa operação na residência na área do Dirceu encontramos um colete a prova de balas no qual eu dei cumprimento a um mandado de prisão, são elementos ja conhecidos no mundo do crime”, afirmou.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com