Ex-Polegar é preso por não pagar pensão alimentícia para seu filho

Ricardo Costa deve permanecer preso até fechar novo acordo


O ex-polegar Ricardo Costa foi preso por causa de uma dívida em pensão alimentícia na manhã desta terça-feira (27) em Taubaté (SP). O músico deve cerca de R$ 12 mil em pensão para o filho de nove anos com quem teve com a primeira companheira. Ele deve permanecer preso até fechar novo acordo para o pagamento com o juiz.

Em março deste ano, Costa havia negociado o pagamento de uma dívida de R$12 mil, quando a defesa da ex-mulher havia ameaçado pedir sua prisão. Em juízo, ele havia pedido o parcelamento em até vinte vezes se comprometeu a pagar também a mensalidade da pensão.

Ricardo Costa
Ricardo Costa


O músico ainda havia informado que, caso conseguisse vender o food truck que havia ganhado em um programa de televisão quitaria a dívida à vista. Ele anunciava o veículo por R$ 145 mil em uma página de anúncios na internet. Segundo a defesa da ex-mulher, o advogado Hélio Barbosa, há cerca de duas semanas a Justiça foi notificada sobre a venda do veículo e o atraso no acordo.

“Ele vendeu o ônibus e não pagou a dívida à vista, como havia combinado. E ainda não honrou o acordo feito, atrasando as parcelas da pensão. Por isso, pedimos a prisão dele”, explicou.


Costa foi preso por volta das 7h30 na casa em que mora no bairro Jardim Ana Rosa, região periférica de Taubaté. O ex-Polegar foi levado ao cadeião de Taubaté, onde permanecia detido.


Ricardo Costa (dir.) foi conduzido ao Distrito Policial
Ricardo Costa (dir.) foi conduzido ao Distrito Policial



Fonte: G1
logomarca do portal meionorte..com