Homem é obrigado a comer um dos seus testículos antes de ser morto

Quatro pessoas estão sendo julgadas pelo crime

Quatro pessoas estão sob julgamento no Reino Unido, acusadas de ter torturado e matado um homem em fevereiro de 2016. Jimmy Prout, de 45 anos, foi brutalmente torturado durante meses e obrigado até mesmo a comer um de seus testículos. Seu corpo foi abandonado em um terreno baldio.

A vítima e os suspeitos, Ann Corbett, de 26 anos, Zahid Zaman, 43, Myra Wood, 50, Kay Rayworth, 56, tinham uma relação estranha que desenvolveu em uma dimensão quase de culto, segundo ouviu o tribunal de Newcastle Crown.

O caso só foi descoberto em 25 de março, quando a polícia recebeu um telefonema de Zaman (à dir.), no qual ele alegou que Ann (à esq.) havia atacado e matado Prout, em uma tentativa de "jogá-la aos lobos".

Segundo informações do Daily Mail, a farsa foi logo descoberta e, agora, os quatro estão sendo julgados pelo crime. Durante os depoimentos, os acusados tentaram reduzir seu próprio envolvimento, culpando um ou mais dos outros.

Acredita-se que Zaman era o líder do grupo e que a violência não teria ocorrido sem seu "encorajamento e participação”. Algumas imagens foram apresentadas ao tribunal e mostram a deterioração da saúde da vítima, vista pela última vez em 6 de fevereiro. Ele teria morrido três dias depois.

Image title

Fonte: Com informações do R7