Homem é preso após manter namorada em cárcere privado por 1 mês

A polícia chegou até o local após uma denúncia anônima.

Um homem foi preso na noite de terça-feira (22) suspeito de manter a namorada em cárcere privado em um apartamento no Jardim Santa Clara do Lago, em Campinas (SP). A polícia chegou até o local após uma denúncia anônima. A vítima tinha marcas de agressão física e relatou que estava presa no local há cerca de um mês.

De acordo com a polícia, ao chegarem ao local os policias foram recebidos pelo suspeito, e após busca no imóvel a mulher foi localizada. De imediato ela contou que estava sendo presa pelo homem, além de sofrer torturas físicas e psicológicas.

No apartamento foi encontrado um revólver calibre 38, pedaços de madeira afiados, uma faca utilizada para ameaçar a vítima e medicamentos utilizados para mantê-la dopada.

Cartas

Cartas que o homem obrigava a namorada a escrever também foram encontradas no local, o que reforça a teoria de que a tortura psicológica também era praticada, segundo os policiais militares que atenderam a ocorrência. Em uma delas, os policiais encontraram os seguintes dizeres: "Nunca mais vou fugir e trair meu marido". Isso era escrito várias vezes na mesma página, de forma repetida.

O homem foi preso em flagrante. Na delegacia, a justificava dele aos policiais foi a de que mantinha a namorada presa pois se tratava de uma dependente química, e que faria uso de drogas caso fosse libertada. Ele vai responder por cárcere privado, agressão e porte ilegal de arma.

A vítima recebeu atendimento médico e foi encaminhada para a 2ª Delegacia Seccional de Campinas para prestar depoimento.

Fonte: Com informações do G1