Homem é preso após ser acusado de agredir a esposa grávida

O crime aconteceu em José de Freitas.

A Polícia Civil do Município de José de Freitas, sob o comando do delegado Jarbas Lima apurou um caso de violência doméstica que chamou muito atenção no município. Uma mulher de 22 anos, que está grávida de dois meses desmaiou após ser lesionada com uma paulada na cabeça na altura do olho esquerdo pelo marido Leandro da Conceição de Oliveira, de 25 anos, e tentou inocentá-lo do crime, acusando pela violência, o seu cunhado Gilson da Conceição Oliveira.

O delegado informou que Beatriz que está desempregada, foi encontrada desmaiada no bairro Suco de Uva, por volta das 21h da última terça-feira (20) por policiais militares que a removeram para o Hospital Nossa Senhora do Livramento, onde ela foi medicada e na ocasião acusou pela violência contra ela o cunhado Gilson Oliveira e mais duas pessoas.

Segundo ele, o caso só foi esclarecido depois que a Polícia Civil fez uma minuciosa investigação. Os policiais localizaram Gilson da Conceição Oliveira, na manhã desta quarta-feira (21) e o levaram para a Delegacia de José de Freitas, onde ele foi ouvido e negou que tivesse praticado qualquer agressão contra a sua cunhada Beatriz da Costa.

Ainda de acordo com o delegado, Gilson Oliveira contou que ele, o seu irmão Leandro e Beatriz estavam ingerindo bebida alcoólica em uma casa no bairro Suco de Uva, quando de repente, Leandro disse que ia sair e Beatriz tentou impedi-lo dizendo que iria atrás dele. Em seguida, Leandro saiu e sua mulher foi logo atrás, quando então, teria ocorrido o desentendimento e Leandro desferiu uma paulada na cabeça da esposa que chegou a desmaiar, sendo encontrada e socorrida pela Polícia Militar.

Diante das informações prestadas por Gilson, uma equipe de policiais civis saiu à procura do marido de Beatriz que foi localizado e detido em uma rua no Centro de José de Freitas, sendo em seguida levado para o 17º DP, onde ele foi autuado em flagrante por crime de violência doméstica.

O delegado está apurando a informação de que Beatriz mesmo depois de receber a paulada na cabeça afirmou para algumas pessoas que não iria deixar a polícia prender o seu marido. Jarbas disse que Beatriz poderá responder processo por denunciação caluniosa.

Image title

Image title

Image title


Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com