Homem é preso após vender histórico escolar falso por R$ 400

O suspeito já tem várias passagens pela polícia

Um homem de 67 anos foi preso em flagrante após vender diplomas escolar falsificado em Belo Horizonte. Uma denúncia anônima levou a polícia ao criminoso, identificado como Jorge Reinaldo Gonçalves, que faria a entrega de um histórico escolar a uma pessoa que pagaria R$ 400 pelo documento falso.

Assim que chegou a denúncia, o pessoal do sistema de monitoramento do Olho Vivo concentrou as atenções na movimentação próxima ao Hospital São Judas Tadeu, no Bairro Santa Paula, local marcado para a entrega do certificado. Um suspeito então foi identificado nas imagens e uma equipe da PM o abordou.

“Inicialmente, ele justificou que estava no local pois visitaria sua mulher. Quando dissemos que iríamos checar a informação, ele mudou a versão, dizendo que ela ainda chegaria. Então fizemos uma busca pessoal e encontramos no bolso de seu paletó um histórico escolar falso”, explicou o militar.

Homem é preso após vender histórico escolar falso por R$ 400
Homem é preso após vender histórico escolar falso por R$ 400


O suspeito então admitiu aos policiais que fazia o comércio ilegal. Os PMs foram à casa dele, no Bairro Veneza, na cidade, e no local apreenderam 47 impressos em branco de uma escola municipal de Belo Horizonte, dois preenchidos, duas declarações em branco de escolaridade e carimbos em nome de escolas e servidores das instituições usados na falsificação.

Jorge Gonçalves foi levado preso para o plantão da Polícia Civil em Ribeirão das Neves e autuado em flagrante por falsificação de documento público. Ele tem passagens pela polícia e responde a processo em liberdade por estelionato e falsificação.

Fonte: Com informações do Em
logomarca do portal meionorte..com