Homem flagrado agredindo idosa é casado com a vítima há 50 anos

Polícia localizou casal após história ser compartilhada na internet

Mais um caso de agressão a idosos viralizou na internet nesses últimos dias. Desta vez, foi o vídeo de um homem agredindo uma idosa no meio da Praça Barão do Rio Branco. As imagens repercutiram e o caso causou revolta. Por conta disso a polícia realizou investigações sobre o caso e descobriu que na verdade o homem que aparece agredindo a idosa é casado com a vítima há 50 anos.

Com base nas imagens, a Justiça determinou o afastamento do casal em São Vicente, no litoral de São Paulo. A testemunha, que estava em um veículo, registrou por meio do celular quando a idosa foi agredida com tapas, empurrões e beliscões, sucessivas vezes, pelo idoso. Ela chamou a Polícia Militar, que não encontrou niguém no local.

O delegado titular da cidade, Carlos Schneider, informou que investigadores trabalharam depois do flagrante para identificar as duas pessoas que aparecem nas imagens. "Descobrimos que trata-se de um casal que tem duas filhas. Ouvimos vizinhos, que não relataram eventuais agressões", informou.

Ambos foram localizados e encaminhados, na sexta-feira (27), para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). "A senhora foi submetida a exames, que não constataram lesões. Instauramos um inquérito, e o homem foi indiciado preliminarmente por 'vias de fato'. Ele será investigado para apurarmos detalhes", disse.

A delegada responsável pelo caso solicitou medida protetiva e a prisão preventiva do idoso. "A Justiça estabeleceu somente que ocorresse o afastamento do convívio dos dois, mas vamos reverter isso em breve, pois ele é também o cuidador dela", informou o advogado da família, Ricardo Capusso Velloso.

Segundo o advogado, a idosa foi diagnosticada com alzheimer há nove anos, e os dois são casados há pelo menos 50. "Ele sofre de depressão e não pratica, na verdade, agressões. Eles fez menções, gestos, talvez pela falta de paciência. A família ficou muito preocupada, até pela integridade física dele", comentou Velloso.

Como ambos foram retirados do convívio, a idosa foi levada por uma das filhas para a casa dela na capital paulista. O advogado não informou para onde o idoso será levado. "Pessoas que o reconheceram no vídeo deram tapas nele, nas costas, quando ia para a delegacia. Pensamos na segurança dele agora".

Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com