Homem foi morto no dia que ia prestar depoimento à Justiça do PI

A polícia investiga o caso.

Após investigações da polícia, começam a aparecer as primeiras informações reveladoras sobre o assassinato do caseiro Lúcio Anselmo Sales, 58 anos, que foi encontrado morto nessa segunda-feira (23/01), em sua residência, na fazenda Velame.

Segundo o delegado, ele foi morto exatamente no dia em que iria depor na Justiça de Campo Maior, onde responde a processo por crime previsto na Lei Maria da Penha. Lúcio, em abril do ano passado, havia sido preso acusado de matar o próprio filho, Jucivaldo da Silva Sales, de 29 anos, a facadas. E ainda no ano passado, ele foi processado por ter agredido a própria companheira, cujo nome está sendo mantido em sigilo.

A polícia investiga se o crime estaria ligado ao assassinato do filho de Lúcio ou se estaria relacionado a esse processo da Lei Maria da Penha, cuja audiência seria realizada nessa segunda-feira.

A polícia não descarta as possibilidades de o crime ser passional, ou se está relacionado a uma vingança.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Portal de Campo Maior
logomarca do portal meionorte..com