"Homem foi morto por motivo fútil", diz delegado Bareta sobre crime

O crime foi cometido na zona rural de Teresina.

Na noite desta terça-feira (18/01), um homem identificado como Cristiano foi assassinado no povoado Santa Tereza, na zona rural de Teresina. A vítima foi morta com tiros na cabeça e no braço direito no momento em que estava em uma residência.

De acordo com informações de testemunhas, o acusado pelo assassinato é um homem identificado apenas como Igor, que já é acusado de outro crime na região.

Segundo o delegado de homicídios, Bareta, o crime se deu por motivo banal. “A vitima trata-se de um rapaz identificado como Cristiano e o autor do disparo é um indivíduo conhecido como Igor, ele já tem passagem por homicídio que ele praticou em 2015 na região da Usina Santana, em frente ao Clube dos Rodoviários e feriu duas pessoas por tentativa de homicídio, esta usando tornozeleira e antes de ontem foi o suficiente para matar o rapaz, segundo uma testemunha porque o rapaz bateu no carro dele com uma bicicleta, gerou uma confusão, quando foi ontem ele viu o rapaz, discutiram e ele sacou a arma matando a vítima”, declarou.

Para Bareta, a tornozeleira eletrônica não é suficiente para intimidar os criminosos. "Quando eu entrei há 37 anos na policia o que a gente tinha na esperteza era de investigar criminosos porque cada crime era um crime diferente, hoje a gente já não faz mais isso, já estamos verificando quem é solto. Você vê que esse indivíduo estava usando uma tornozeleira e cometeu um crime contra a vida, que causa a maior sensação de insegurança”, disse.  


Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com