Homem morto a tiros pode ter sido confundido com irmão, diz Baretta

Crime foi no bairro Parque Mão Santa, na zona Leste de Teresina.

O delegado Francisco Costa, o Barreta, coordenador da Delegacia de Homicídios, afirmou que Ronaldo Queiroz da Silva, assassinado a tiros na noite de quinta-feira (26) no momento em que saia de um bar com destino a sua residência no bairro Parque Mão Santa, na zona Leste de Teresina, pode ter sido confundido com um de seus irmãos gêmeos-quadrigêmeos.

“Nós temos informações dadas pelo pai dele, de que ele era quadrigêmeo. Contudo, a gente precisa verificar isso, quem realmente matou. Nós estamos primeiramente levantando todas as circunstâncias que ocorreram o crime para que a gente possa chegar no criminoso com segurança", afirmou o delegado. 

Homem morto na zona Leste de Teresina (Crédito: Rede Meio Norte)
Homem morto na zona Leste de Teresina (Crédito: Rede Meio Norte)

Ronaldo Queiroz foi morto com pelo menos quatro tiros. “Segundo informações, ele tinha ido até um comércio comprar um cigarro, quando um indivíduo se aproximou em uma motocicleta modelo Bros e efetuou vários disparos, e ele foi atingido por quatro e morreu no local. Foi entrevistado o pai dele que disse que o mesmo não estava sendo ameaçado, não tinha passagem pela polícia. Contudo, isso agora cabe à Polícia Civil investigar, porque ninguém mata ninguém sem planejamento num minimo espaço de tempo", explicou Baretta

O crime

Ronaldo Queiroz da Silva foi assassinado próximo de sua residência no bairro Parque Mão Santa, na zona Leste de Teresina. “Fomos informados que ele morava nas proximidades, mas ninguém sabe muito bem o que aconteceu. Ele vinha trafegando e uma pessoa abordou ele, conversou com o cidadão e realizou os disparos de arma de fogo. Quando chegamos no local ele já estava sem vida”, declarou o comandante Josué.





Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com