Homem pede para 'brincar' com crianças e comete dois estupros

"Suspeito pedia para brincar com as crianças", disse a polícia.

O auxiliar de serviços gerais Orlando Alves da Silva, 38, foi preso, suspeito de estuprar duas meninas de 9 anos, na piscina de um condomínio no bairro Petrópolis, zona sul de Manaus, na tarde do último domingo (13). A informação foi confirmada pela delegada Juliana Tuma, da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

Conforme Tuma, o crime aconteceu no momento em que um grupo de crianças tomava banho na piscina do condomínio onde o suspeito trabalhava. Segundo a delegada, o suspeito pediu para brincar com as crianças e, em seguida, passou a apalpar e passar o pênis na genitália das duas meninas, que tomavam banho na piscina.

Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) investiga o caso
Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) investiga o caso

De acordo com a delegada Juliana Tuma, ninguém presenciou o crime, mas o auxiliar de serviços gerais foi preso por uma guarnição da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), após as duas meninas relatarem o crime aos pais delas.

Segundo Tuma, as crianças participavam de uma brincadeira de passar por debaixo das penas uma da outra, na piscina do condomínio, quando Orlando chegou e pediu para participar da brincadeira com elas. “O suspeito pedia, insistentemente, para brincar com as crianças. De tanto insistir, as crianças deixaram, e ele passou a apertar a genitália das meninas, depois ficava esfregando o órgão sexual dele, na genitália delas”, disse a delegada, que acrescentou que as duas meninas violentadas não têm nenhum grau de parentesco, mas são moradoras do condomínio.

As duas meninas fizeram exame de corpo de conjunção carnal no Instituto Médico Legal (IML).

Orlando já tinha sido preso em novembro de 2014, após confessar ter estuprado uma criança de 11 anos, dentro da casa onde ele morava, na zona norte de Manaus.

De acordo com a delegada Juliana Tuma, o auxiliar de serviços gerais foi autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável, e encaminhado, na manhã desta segunda-feira (14), ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no Km 8 da BR-174.

Fonte: Com informações do New.d24am
logomarca do portal meionorte..com