Homem que se passava por seminarista é preso por estelionato

Uma das vítimas usou o Facebook para denunciar a atuação

Um homem identificado como Luciano Lages Trindade, vulgo "Luciano Sena", voltou a ser denunciado por estelionato. O suspeito teria atuado em vários bairros de Teresina. Ele se passava por seminarista e pedia ajuda financeira para uma suposta viagem. 

Uma das vítimas usou o Facebook para denunciar a atuação de Luciano no bairro Saci, zona sul de Teresina. Segundo ela, o suspeito se identificava como Pedro. Ele afirmava ser seminarista da Diocese de São Raimundo Nonato. Em seguida, ele pedia ajuda para custear uma viagem ao Santuário do Divino Pai Eterno, em Trindade-GO. 

Homem que se passava por seminarista é preso por estelionato
Homem que se passava por seminarista é preso por estelionato


No post da rede social a vítima diz ainda que o homem usava pessoas religiosas, conhecidas no bairro, para lhe acompanhar nas casas. “Primeiro ele engana uma pessoa e depois pedia que essa pessoa acompanhasse ele nas visitas, e acreditasse que de fato fosse um seminarista (...) Para reforçar o engano, o estelionatário usa o nome do reitor e demais padres formadores do Seminário”.

O Seminário Maior Sagrado Coração de Jesus emitiu nota de esclarecimento denunciando o golpe. Padre Wellistony Carvalho Viana, Reitor do Seminário, afirmou que nenhum seminarista atua dessa forma pedindo dinheiro de casa em casa. O Padre pediu que a polícia investigue a denúncia. 

Homem que se passava por seminarista é preso por estelionato
Homem que se passava por seminarista é preso por estelionato


“Essa conduta não é própria de nossos seminaristas e que o Seminário Maior Interdiocesano Sagrado Coração de Jesus não é conivente com tal prática (...) O Seminário Maior Interdiocesano Sagrado Coração de Jesus compadece-se com os fiéis que sofreram esse golpe (...) Pedimos as autoridades públicas que tomem as devidas providências”. 

Homem que se passava por seminarista é preso por estelionato
Homem que se passava por seminarista é preso por estelionato


Em janeiro de 2016, Luciano já havia sido denunciado por vítimas. Nas redes sociais, uma funcionária da Maternidade Dona Evangelina Rosa, em Teresina, disse que Luciano estaria se passando por Diácono para pedir ajuda para viajar a Trindade, no estado de Goiás. 

Luciano Sena tem várias passagens pela polícia por estelionato. Ele geralmente se passa por religioso e alega viagem para adquirir dinheiro das vítimas. Há casos que o suspeito afirmava que participaria de concurso musical no SBT. 

Fonte: Com informações do Campo Maior em Foco
logomarca do portal meionorte..com