Homem se passa por gerente de loja e aplica golpes em Piripiri

O prejuízo acabou sendo de mais de R$ 2 mil.

Dona Maria Dolores foi vítima de criminosos que se passaram por funcionários de uma empresa com filiais em todo o Piauí (Armazém Paraíba), um deles disse até que era o gerente da loja. Chegaram dizendo que ela foi premiada e poderia ganhar R$ 70 mil, um caminhão de prêmios ou uma casa. Sobrevivendo apenas com aposentadoria e a ajuda de um dos filhos, ela se animou e recebeu a dupla em sua casa, porém toda aquela conversa não passava de um golpe.


De acordo com a vítima, a dupla inicialmente disse que ela precisava dar uma certa quantia em dinheiro para receber o prêmio. Ela disse que não tinha o valor. Eles continuaram pressionando até que assumiram o assalto e passaram a obrigá-la a dizer onde estava guardado o dinheiro que tinha. 

Ainda muito abalada, Dona Dolores tenta descrever de sua maneira as características dos criminosos. "Um deles é alto, branco e usa um 'fulande' na boca (aparelho ortodôntico) e o outro é baixo e buchudo", descreve. 

No total, o prejuízo acabou sendo de mais de R$ 2 mil. Era um dinheiro que ela guardava para fazer uns exames e um celular que ganhou de um dos filhos, no valor de R$ 1.500. 

"Quando eles foram embora, um deles disse que amanhã ou depois ele ia mandar 'as meninas' aqui em casa. Eu acho que foi uma ameaça isso", finaliza.

Há relatos da ação dos criminosos no bairros Fonte dos Matos e Germano. Eles tentam convencer as vítimas para entregar o dinheiro espontaneamente através da conversa, porém quando percebem que não está dando certo, partem para o assalto. Os homens andam em um carro prata. Segundo relatos que rolam pela cidade, um deles teria sido visto com um revólver na cintura.

Fonte: Piripiri Repórter