Homicida acusado de roubar carros é preso na Operação Acossar

Operação Acossar foi deflagrada hoje pela Polícia Interestadual.

Um homem identificado como Wilson da Silva Barreto, mais conhecido como 'Nego Wilson', de 30 anos, foi preso durante a Operação Acossar, deflagrada na manhã desta sexta-feira (04) pela Polícia Interestadual do Piauí (Polinter) em ação conjunta com o 7° Distrito Policial e 2ª Companhia de Policiamento do Promorar, com objetivo de prender envolvidos em roubo e clonagem de veículos em Teresina.

De acordo com o coordenador da Polinter, delegado Cadena Junior, no mês de junho deste ano uma operação policial prendeu metade da quadrilha comandada por 'Nego Wilson' que na ocasião conseguiu empreender fuga.

Delegado Cadena Junior (Crédito: Rede Meio Norte)
Delegado Cadena Junior (Crédito: Rede Meio Norte)

“O 'Nego Wilson' é da Vila Santa Cruz. Ele é assaltante de banco e tem mais de seis entradas na polícia por roubo de veículo e várias por homicídio. Houve uma Operação em junho na 'Prainha', onde foi apreendida, em flagrante, metade da quadrilha dele com uma Saveiro roubada. Houve cerco policial lá e ele conseguiu fugir. Nós, então, conseguimos mandado de prisão preventiva na justiça e mandado de busca na residência dele, da mulher, mãe e vários outros alvos. Inclusive foi uma Operação coordenada pela Delegacia Geral a pedido do delegado Riedel Batista", afirmou.

O delegado informou que a Operação, que contou com policiais do 7° Distrito Policial e 2ª Companhia de Policiamento do Promorar, cumpriu cinco mandados de busca e apreensão. Um jovem identificado como Francisco Brendo Mendes foi conduzido para Polinter em posse de celulares e drogas e por suspeita de envolvimento no roubo de carros.

Luciano Alcântara, delegado da Polinter, informou que os mandados foram cumpridos no bairro Parque Piauí. "Fizemos busca e apreensão em uma residência nessa região por suspeita de adulteração em alguns veículos, mas não encontramos peças ou veículo adulterado na residência", relatou.

O nome da Operação foi dada pela insistência da polícia em prender 'Nego Wilson'. Ele já foi indiciado sete vezes por crimes como assassinato, roubos e porte ilegal de arma de fogo.

"Desde quando Fábio Abreu era comandante do Rone, ele [Nego Wilsoin] já fazia ameaças co comandante da Tropa de Elite da nossa capital. Então a partir disso você imagina a audácia dele. Ele já possui seis indiciamentos, fora quando ele era menor, quando praticava atos infracionais", finalizou o delegado Cadena.

 Francisco Brendo Mendes  (Crédito: Rede Meio Norte)
Francisco Brendo Mendes (Crédito: Rede Meio Norte)
'Nego Wilson' (Crédito: Rede Meio Norte)
'Nego Wilson' (Crédito: Rede Meio Norte)





Fonte: Portal Meio Norte