Idoso agredido e assassinado por jovem tinha se curado de câncer

O jovem foi preso em flagrante e vai responder por homicídio.

O idoso de 65 anos que morreu após ser agredido por um jovem de 27 anos na Estação Corinthians-Itaquera da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) na sexta-feira (7) tinha se curado de um câncer de próstata havia seis meses. O jovem foi preso em flagrante e vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil.

O corpo do segurança Expedito Gomes foi enterrado neste domingo (9) no Cemitério da Vila Formosa, na Zona Leste de São Paulo. No momento em que o caixão estava sendo levado uma das cinco filhas precisou ser carregado.

“Deixou 5 filhas, fora as outras, 18, deixou minha mãe, não sei o que faço, muito dolorido, não sei o que fazer, só justiça”, disse Larissa Nunes Gomes, uma das filhas da vítima.

Segundo o boletim de ocorrência registrado no 6º Distrito Policial Metropolitano, o jovem, que atua como vigilante, e o idoso Expedito Gomes, que atuava como segurança, discutiram dentro do vagão do trem da linha 11-Coral com destino a Guaianazes. O início da discussão, ainda segundo o boletim de ocorrência, teria sido porque um esbarrou no outro, “algo de menos importância”, o que gerou troca de insultos e xingamentos.


Ao desembarcar na Estação Corinthians-Itaquera, o idoso teria xingado o jovem que deu um soco na vítima, que caiu e bateu a cabeça no chão. O jovem foi contido por usuários da estação e os agentes de segurança foram acionados e providenciaram os primeiros socorros à vítima. Depois, o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionado, massagens cardíacas foram feitas e ele foi encaminhado ao Hospital Santa Marcelina, onde morreu.

Segundo a Polícia Civil, “o comportamento criminoso do indiciado foi totalmente desproporcional ao caso em tela, uma discussão banal e fútil, o indiciado, um homem de compleição física avantajada, com quase dois metros de altura, pesando mais de cento e quarenta quilos, em pleno vigor físico, com vinte e sete anos de idade, ao desferir um soco na vítima, mesmo que não quisesse um resultado preciso e determinado, assumiu o risco de produzi-lo, ao agredir uma pessoa de idade muito mais elevada, sessenta e cinco anos, um idoso, de compleição física mediana, provocando sua morte”, diz o boletim.

Em nota, a CPTM informou que os agentes de segurança da companhia detiveram o agressor e que está "colaborando com a investigação e as imagens das câmeras de seguranca estao a disposição das autoridades policiais".

Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com