Homem não aceita fim da relação e mata ex-mulher em Piripiri

Mulher foi morta a pauladas;acusado tentou atirar, mas arma falhou.

Por volta das 14h da tarde desta quarta-feira, dia 01 de fevereiro, uma mulher identificada como Maria Adriana de Souza, de 36 anos, foi brutalmente assassinada pelo ex-companheiro, identificado como Paulo Gomes Florentino, no bairro Floresta, em Piripiri, a 164 km de Teresina. 

O Major Erisvaldo Viana, comandante da Polícia Militar de Piripiri, informou que os dois estavam separados e Paulo não aceitava o fim do relacionamento. “O crime correu por volta das 14h no bairro Floresta. Um elemento conhecido como Paulo tinha um relacionamento com a vítima. Ele não aceitava o fim do relacionamento, e quando foi hoje na casa dela , após uma discussão, efetuou um disparo contra a vítima, mas a munição não deflagrou, não funcionou. Ele, então, pegou um pedaço de madeira e matou ela", afirmou. 

Corpo de  Maria Adriana de Souza (Crédito: Piripirireporter)
Corpo de Maria Adriana de Souza (Crédito: Piripirireporter)

O major explica que o acusado já foi preso. “Ele já foi preso por nossa equipe em flagrante e com a arma do crime [revólver calibre 38]. Eles já estavam brigando, sendo que o acusado não se conformava com o fim do relacionamento", acrescentou o major. 

Ainda segundo o major, "Trata-se de um caso que se configura como feminicidio [crime de ódio baseado no gênero, amplamente definido como o assassinato de mulheres]", informou. 

Uma testemunha, que preferiu não se identificar, conta como tudo aconteceu. "Ele matou ela a sangue frio. Ele esperou a polícia e ainda saiu olhando como se quisesse confirmar que ela tava morta", detalhou a testemunha. 

 Maria Adriana de Souza e Paulo Gomes Florentino (Crédito: Piripirireporter)
Maria Adriana de Souza e Paulo Gomes Florentino (Crédito: Piripirireporter)






Fonte: Portal Meio Norte