Investigação pode levar a prisão de assassino de travesti morta

O caso aconteceu no litoral do Piauí.

Uma delegacia recém-criada só para investigação de Homicídios em Parnaíba no comando do delegado de Polícia Civil, Dr. Baretta que vai fazer uma profunda investigação dos homicídios ocorrido  na cidade de Parnaíba que pode chegar até o assassino do travesti Joales dos Santos, de 22 anos, conhecido como “Michelle” morta com um tiro no peito no dia 16 de agosto de 2013, próximo a um motel a poucos metros do terminal rodoviária de Parnaíba.

Segundo depoimento das colegas de “Michelle”, a confusão começou quando o travesti teria feito um programa com um cliente de uma caminhonete modelo Hilux de cor preta que sonegou a pagar o valor de R$ 40,00, ao perceber que tinha sido vítima de um golpe do cliente o travesti jogou uma pedra no vidro do carro chegando a quebrar. O mesmo saiu em alta velocidade. Com poucos minutos após a discussão com travesti o criminoso voltou ao local da confusão armado com uma arma de fogo e em um veículo modelo Gol.

De acordo com informações, ele chamou o travesti para conversar e logo foi recebida com um tiro no peito, tendo teve morte imediata ainda no local.

A Polícia Militar foi acionada e junto com a pericia do Instituto Médico Legal, recuperaram imagens de câmera de segurança do motel onde mostra o veículo do assassino. Com a criação da delegacia de homicídios em Parnaíba no comando do delegado Dr. Baretta, o crime ficará mais perto de encontrar seu culpado.


Fonte: Com informações do Blog do Pessoa
logomarca do portal meionorte..com