Camilla Abreu: Irmão do capitão Allison causa tumulto em presídio

Major da PM tentou invadir o presídio, após boatos de suicídio

Na última quinta-feira (02), aconteceu um tumulto na portaria do presídio militar onde está preso o capitão Allison Wattson, acusado de ter assassinado a estudante Camilla Abreu, em Teresina. O incidente aconteceu após um irmão do acusado, que é major da Polícia Militar, tentar visitá-lo fora do horário permitido. A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança, Fábio Abreu. 

O oficial da PM foi ao presídio após receber a falsa informação de que o seu irmão teria cometido suicídio na cela. No local, após não ter a entrada autorizada pela guarda do presídio, o major tentou invadir o local e, inclusive, teria chegado a sacar uma arma.

Acusado de ter assassinado a estudante Camilla Abreu (Crédito: Reprodução)
Acusado de ter assassinado a estudante Camilla Abreu (Crédito: Reprodução)

Guarnições da Força Tática chegaram a ser acionadas para reforçar a segurança do local. O irmão do acusado só teria ficado mais calmo após ouvir do diretor do presídio militar que o capitão Wattson estava vivo. 

O caso

O capitão da Polícia Militar, Alisson Wattson, foi preso na última terça-feira (31) após confessar ter assassinado a estudante de Direito Camilla Abreu, que ficou desaparecida por uma semana até ser encontrada morta no Povoado Mucuim, na zona rural de Teresina. O acusado alega que o disparo foi acidental, mas, laudos do IML apontam para o contrário

Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com