Irmãs queimadas pelo padrasto não sabem que mãe está morta

As meninas estão internadas desde o dia do crime.

As duas crianças que foram queimadas nuas pelo padrasto no final de outubro ainda não sabem que a mãe está morta. Desde o dia do crime, as irmãs de 5 e 7 anos continuam internadas em Porto Velho por estarem com mais de 30% dos corpos queimados, inclusive com queimaduras de 4º grau.

De acordo com pediatra do Hospital Infantil Comes e Damião, Reginaldo Lourenço, o estado de saúde delas é estável e a mais velha já foi retirada da Unidade de Terapia Intensival (UTI) e agora está ao lado da irmã. Elas são acompanhas pela tia.

“Nós tivemos uma melhora no estado geral das meninas, nas últimas 72 horas. Conseguimos transferir a mais velha para o salão de leitos comuns. Isso denota que ela teve uma melhora e não tem a necessidade de mantê-la isolada.”, explicou.

O médico afirmou ainda que as menores já se encontraram, após a saída da mais velha da UTI de isolamento.

“Nós conseguimos propiciar o contato das duas e as colocamos uma do lado da outra. Elas já conversaram e se encontraram, estão estáveis e elas têm noção de tudo que aconteceu”, informou o médico.

“A parte da abordagem sobre a morte da mãe vai ser feita pelo setor de psicologia e de serviço social. Isso vai ser abordado no momento mais oportuno. A gente entende que nesse momento traria muito mais um desconforto”, disse o médico.

Mãe das crianças foi morta pelo padrasto (Crédito: Reprodução)
Mãe das crianças foi morta pelo padrasto (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com