Jogador do Al Gharafa morre após ser baleado no rosto no Brasil

Polícia trabalha com a hipótese de tentativa de assalto

O jogador de futebol Kendrick Costa, de 24 anos, morreu após ser baleado em Guarujá, no litoral de São Paulo, na tarde desta sexta-feira (7). O crime ocorreu no Distrito de Vicente de Carvalho. O atleta é atacante do Al Gharafa, do Catar, uma das equipes mais tradicionais do futebol asiático. Kendrick era natural do litoral de São Paulo e passava férias na região. Ele voltaria para o Oriente Médio neste sábado (08).

Segundo a Polícia Militar, Kendrick foi vítima de uma tentativa de roubo na Rua Guilherme Boquiusa, no bairro Pae Cara. Ele foi abordado por um motociclista, que tentou roubar a corrente dele, segundo testemunhas. O atleta acabou baleado no rosto.

Kendrick pode ser vítima de tentativa de roubo (Crédito: Reprodução)
Kendrick pode ser vítima de tentativa de roubo (Crédito: Reprodução)

De acordo com a Prefeitura de Guarujá, o jogador foi levado para o Pronto Socorro de Vicente de Carvalho. Em seguida, ele seria encaminhado para o Hospital Santo Amaro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no pronto-atendimento.

Os investigadores da Polícia Civil apuram a autoria do crime, cujo os responsáveis ainda não foram identificados, segundo informações da Polícia Civil no início da tarde. Por enquanto ninguém foi preso.

Por volta das 14h50 desta sexta-feira, o clube emitiu uma nota oficial sobre o assunto. "Mais dor e tristeza. O nosso clube chora por conta de Johnson Kendrick, que foi morto no Brasil. Oferecemos as mais sinceras condolências à família do jogador", diz a nota.

Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com