Jovem é agredido e morto após defender irmão vítima de preconceito

Três homens praticavam crime de homofobia contra o irmão da vítima.

Nesta quarta-feira (0/11), um homem identificado como Petherson Roberto dos Santos Vicente, de 24 anos, morreu após ser espancado no momento em que defendia o irmão que era alvo de ofensas homofóbicas, no Jardim São Luis, zona Sul de São Paulo.

O rapaz foi agredido por três homens da rua Geraldo Fraga de Oliveira, próximo a Praça João Fernandes Camisa Nova Júnior.

No momento da ação, a vítima tirava fotos com o irmão Patrick Vicente que é transexual e adotava o nome Lorena Vicente. Os três homens se aproximaram dos irmãos e começaram a ofender Lorena, segundo uma amiga da família.

Incomodado com as provocações, Petherson foi tirar satisfação com o trio. Após um bate-boca, os três homens começaram a bater no rapaz com socos e pontapés.

Segundo a polícia, após a agressão, Petherson caiu no chão, bateu a cabeça e ficou desacordado. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e constatou a morte do jovem.

Os agressores ainda não teriam sido localizados pela polícia.

Vítima morreu após agressões (Crédito: Reprodução)
Vítima morreu após agressões (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do R7
logomarca do portal meionorte..com