Jovem é morta e irmã baleada em barreira policial no Maranhão

Caso ocorreu em Balsas; Vítima seguia com a irmã que foi baleada.

Nesta quinta-feira, dia 15, uma jovem identificada como Karina Britto, de 23 anos, morreu e a irmã dela, Kamila Birtto Ferreira, foi baleada em uma barreira policial no município de Balsas, no estado do Maranhão. As duas retornavam de um velório quando passavam por uma barreira policial, mas não pararam e tiveram o carro metralhado.

De acordo com informações da Polícia Militar, a barreira era formada por policiais sem fardamento que procuravam por criminosos acusados de assaltar a agência do Banco do Brasil da cidade de Fortaleza dos Nogueiras. Ao receber ordem de parada, as irmãs sairam em disparada, seguiram viagem e acabaram sendo confundidas com os bandidos  que estavam em fuga.

Houve perseguição e o veículo em que as duas seguiam foi metralhado, cercado.  Kamila, que conduzia o carro, foi baleada no braço e acabou perdendo o controle do veículo. A irmã, Karina, não resistiu e morreu no local. Uma parante das vítimas conta como tudo aconteceu.

"Eles vieram atirando nela. O primeiro tiro que matou a Karina pegou na Lagoa do Jardel. Aí ela disse: 'Maninha, eles atiraram e pegou no meu braço'. Aí a Kamila disse: 'Não, maninha, eu vou dar conta de chegar ao hospital. Eles vieram atrás, atirando o tempo todo", afirmou.

"Ela [Kamila] bateu o carro em uma calçada. O eixo do carro arrancou. Quando arrancou, eles cercaram o carro, atiraram na frente. Eles iam matar elas duas", acrescentou. 




Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com