Maranhão:Empresário paga R$ 4 mil e é solto após agredir ex-mulher

Advogada ficou com hematomas; acusado está foragido.

O empresário Lúcio André Genésio, acusado de agredir a ex-mulher, a advogada Ludmila Rosa Ribeiro Silva, foi preso e solto após pagamento de fiança de R$ 4.685 em São Luís, no Maranhão. O Ministério Público do Estado foi contra a soltura dada pelo delegado de Polícia Civil, Válber Braga, e solicitou novo pedido de prisão preventiva. O  suspeito, no entanto, segue foragido. 

A advogada apanhou do ex-companheiro após um encontro que o casal que estava separado, tentava se reaproximar. Segundo a vítima, Lúcio André teve uma crise de ciúmes e a agrediu. Ludmila ficou com parte do rosto desfigurada, teve duas costelas deslocadas e vários ferimentos pelo corpo.

Empresário acusado de agredir a ex-mulher no Maranhão (Crédito: TV Mirante)
Empresário acusado de agredir a ex-mulher no Maranhão (Crédito: Reprodução)

A delegada Wanda Moura, titular da Delegacia da Mulher,  informou que a vítima ficou com vários hematomas pelo corpo e impossibilitada de se locomover. "Essa é a nossa cultura machista, onde muitos homens se veem dono da mulher. Ele queria ver o celular dela e ela não deixou. Após eles terem saído restaurante onde tinham se encontrado, ele a levou para o carro dele. Dentro do veículo ele travou a porta, tomou o celular e passou a agredi-la fisicamente com socos e cotoveladas. Após as agressões ele a levou até próximo do condomínio onde ela morava. Chegando lá, ela se jogou na hora em que ele abriu a porta do carro. Foi quando vizinhos olharam e a socorreram. Ela não conseguia nem ir andando", relatou. 

O delegado de Polícia Civil, Válber Braga, que arbitrou fiança ao agressor, também deve ser investigado pela Corregedoria. O empresário Lúcio André Genésio é considerado foragido. 

Fonte: Com informações do G1-MA e Polícia Civil
logomarca do portal meionorte..com