Maranhense é assassinado ao separar briga de casal em Brasília

Jovem de apenas 23 anos tinha o sonho de ser DJ.

Um estudante identificado como Yago Linhares Sik , de 23 anos, foi assassinado a tiros ao sair de uma festa no Conic (Setor de Diversão Sul) em Brasília, no Distrito Federal, na segunda-feira (03). De acordo com familiares, Iago foi defender uma amiga que estava sendo agredida pelo namorado e acabou morto a tiros ao deixar a festa. 

Henrique Neves, tio da vítima, conta que houve confusão no local e o agressor da jovem foi retirado do local e por conta disso ficou enfurecido. “Começou a mandar mensagem para a menina [mulher agredida] que iria voltar e ia matar os dois. Era uma amiga, o Yago inclusive estava com um grupo de amigos, enfim, e ele vem covardemente e levanta uma arma. Aí nós levantamos a ficha toda dele, esse moleque lá, o assassino, ele tem um estupro, investigação, uma Maria da Penha, tem três portes de arma... Então assim, é uma pessoa complicada né”,  relatou. 

Uma testemunha, que não quis se identificar, disse que o acusado retornou  mesmo após ter sido expulso. “Foi questão de segundos a gente saindo aqui. O cara que matou ele estava dentro da festa”,  detalhou. 

Imagens feitas por um celular mostram o estudante Yago Linhares Sik sendo socorrido pelo Samu. Foram dez minutos de massagem cardíaca, mas o jovem não resistiu e morreu. Ele sonhava em ser DJ. 







Fonte: Com informações do G1-MA